Telefone: (51) 99963.5584 | dep.pedrowestphalen@camara.leg.br

SAÚDE

Profissão e ação política: mobilização e transformação na saúde como inspiração

Pedro Westphalen é uma importante liderança reconhecida no segmento da saúde. Com quatro mandatos legislativos estaduais e expressivas votações em mais em mais de 400 municípios gaúchos, sua trajetória teve início após a promulgação da Constituição de 88, quando ao lado de dirigentes, inaugurou um amplo movimento para a fundação de sindicatos patronais do setor saúde.

Westphalen, ao lado de outros visionários, viu a necessidade de criar uma entidade capaz de representar os hospitais, clínicas, laboratórios de análises clínicas e demais centros de saúde na luta por melhores condições e aumento da oferta de serviços para a população.

O primeiro alicerce desta iniciativa se ergueu em Cruz Alta, cidade natal do médico e local onde trabalhava como gestor hospitalar. Na sequência deste esforço outras novas entidades foram fundadas, culminando na criação da Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Saúde do RS (FEHOSUL). A participação de Westphalen também foi decisiva na estruturação da Confederação Nacional de Saúde (CNS, hoje CNSaúde), com sede em Brasília. Por muitos anos, Westphalen manteve participação ativa nestas duas instituições.

Como deputado estadual, na representação da categoria, Westphalen teve importante atuação na reestruturação da assistência médica do IPE, dando origem ao IPE-SAÚDE.

Dentre as suas convicções, o deputado entende que o tema da saúde não se encerra na necessidade da reformulação na dinâmica do SUS, mas no resgate do passivo da desassistência, que vai desde uma simples consulta, passando por internações, cirurgias eletivas, e até mesmo as de urgência, às quais o povo tem direito, mas não está tendo acesso. E para que os objetivos constitucionais de direito à saúde sejam atingidos é preciso atuar em quatro pilares: ACESSIBILIDADE, QUALIDADE, GESTÃO e FINANCIAMENTO.

“Precisamos da visão global que a complexidade do setor pede. Um setor que envolve as mais variadas profissões e atividades, sistemas complementares, indústria, enfim, um importante segmento da economia nacional, responsável por algo em torno de 10,2% do PIB”. (Pedro Westphalen)

Para ele, representar a categoria é promover também a valorização de todos os profissionais e trabalhadores da saúde, possibilitando condições dignas de trabalho e a possibilidade de desenvolvimento constante para a entrega de uma saúde de excelência. Como parlamentar, sua trajetória na saúde – tanto como ex-diretor de hospital ou na sua atuação médica -, se agrega ao diálogo constante com as organizações de representação.

“Ouvir os problemas e atuar fortemente como um aglutinador de ideias e soluções é uma das minhas principais ações desde que iniciei minha vida política. Me formei médico mas também entendo as dificuldades dos gestores de hospitais e demais centros de saúde. Atuei dos dois lados, diretamente com os pacientes, e sei na prática a dificuldade que as organizações têm para fechar as contas. Por isso a mobilização das categorias, para sugerir alternativas e caminhos para a melhoria dos serviços, sempre esteve no cerne da minha forma de pensar e agir. ”