Telefone: (51) 99963.5584 | dep.pedrowestphalen@camara.leg.br

Deputado Federal Pedro Westphalen comemora lançamento de cursos para 200 mil profissionais de Saúde

Projeto integra o Programa Saúde com Agente em iniciativa do Ministério da Saúde que levará a oportunidade para todo o Brasil

Com o objetivo de ampliar a capacitação de profissionais da saúde, foram lançados cursos pelo Ministério da Saúde, nesta terça-feira (22). Em Brasília, o Deputado Federal Pedro Westphalen participou do importante lançamento de iniciativa que integra o Programa Saúde com Agente, que envolverá 200 mil profissionais em 5.452 municípios brasileiros mediante ao investimento de mais de R$ 388 milhões.

Vice-Presidente da Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados, Westphalen valorizou a iniciativa. “É uma pauta recorrente e necessária. Trata-se de um investimento em melhorias no corpo técnico que trabalha em prol da comunidade e, automaticamente, entregará melhores atendimentos e tratamentos à população. Temos que trabalhar sempre com a prevenção e, com o Ministro da Saúde Marcelo Queiroga, comemoro o necessário serviço ofertado diretamente a todo o país.”

Os cursos lançados ofertam conhecimento, técnica, atitudes e ética em uma formação integral. Serão profissionais formados com competências para atuar na prevenção, detecção precoce e controle das doenças. O programa objetiva o fortalecimento do atendimento primário, além da capacitação do agente saúde como um educador, utilizando toda a tecnologia existente. A formação é no formato semipresencial, com carga horária de 1.275 horas e duração mínima de 10 meses.

Programa Saúde com Agente

Iniciativa do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES), em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), é o maior programa de formação técnica na área da saúde no formato híbrido (metodologia na qual estudantes vivenciam o processo de aprendizagem por meio das modalidades presencial e a distância, de forma integrada) do País. (Fonte: Ministério da Saúde)

Deixe uma resposta