Telefone: (51) 99963.5584 | dep.pedrowestphalen@camara.leg.br

Aeroporto Lauro Kortz: empresa Traçado de Erechim é a primeira colocada no processo de licitação

Pedro Westphalen em frente ao aeroporto

A abertura das propostas das empresas foi nesta quinta-feira (4), em Porto Alegre. O edital do processo de licitação para a obra de melhoria e ampliação do Aeroporto Lauro Kortz foi aberto em 25 de junho deste ano e tem um orçamento previsto de R$ 53 milhões com recursos do Governo Federal e Estadual.
Assim que recebeu a notícia, Pedro Westphalen, deputado estadual e ex-secretário dos transportes no período em que o edital e projeto foram idealizados pelo governo estadual, comemorou o avanço. “Investimos tudo que foi possível na aviação regional e lutamos muito por essa ampliação que agora está mais próxima. Passo Fundo merece”.
O projeto prevê a construção de um novo terminal de passageiros e pátio de aeronaves, pista de taxiamento para até cinco aeronaves, instalação de equipamentos para melhorar os pousos e decolagens das aeronaves, ampliação das cabeceiras e novo estacionamento de veículos.
A empresa apresentou o maior desconto e menor valor, como previa o edital para escolha da primeira colocada. O desconto apresentado pela empresa foi de 19,16% do valor original, baixando para R$ 43 milhões e 221 mil, dando uma economia de R$ 10 milhões na obra.

Projeto de ampliação do novo terminal de passageiros do aeroporto de Passo Fundo. Crédito: divulgação

Agora a Traçado tem o prazo de quatro dias para apresentar a documentação e a capacidade técnica para execução do projeto. Até o final do mês será conhecido o resultado final do processo, quando se reúnem a Comissão de Licitação e o Departamento Aeroportuário do RS, para a homologação da proposta vencedora.

1 Comentário
  1. Passo Fundo deixou de ser um destino meramente regional para tornar-se um polo nacional com seu aeroporto e cidades do entorno. Em Passo Fundo é necessário um aeroporto moderno e atual com, entre outras benfeitorias aeroportuárias, uma extensão da pista para o mínimo de 2.500 metros de comprimento por 45m de largura (2.500 x 45m), resistência do piso para suportar 95 toneladas ou superior e para manter o modal aeroportuário em completo desenvolvimento será necessário atualizar o voo por instrumento GPS, hoje instalado, ao mais apurado e preciso ILS.
    Com pista de 2.500m Passo Fundo poderá receber sem nenhuma restrição operacional as aeronaves de 190 a 230 lugares que serão a maioria na frota das empresas brasileira dentro de 8 anos. Não podemos construir e reformar aeroportos para o hoje. O hoje, já é passado! Saudações,

    Aeroporto Passo Fundo = 2.500 x 45m + 95t + ILS

Deixe uma resposta