Telefone: (51) 99963.5584 | dep.pedrowestphalen@camara.leg.br

Dia Estadual de Luta Contra o Câncer de Mama

Foto: Vinicius Reis | Agência ALRS

18 de julho é o Dia Estadual da Luta Contra o Câncer de Mama. Desde 2004, essa significante data ajuda a lembrar da maior arma contra essa perigosa doença: a detecção precoce. A descoberta do câncer ainda em fase inicial aumenta as chances de tratamento e cura.

O método mais utilizado para prevenir e diagnosticar precocemente a doença é o autoexame de toque. Todas as mulheres após os 20 anos, com caso de câncer na família, ou com mais de 40 anos, sem caso de câncer na família, devem realizar o autoexame uma vez ao mês. Entretanto, isto não substitui o exame clínico realizado por um médico. Segundo o Ministério da Saúde, as mamas devem ser examinadas pelo menos uma vez ao ano por um profissional de saúde.

Os sintomas incluem um nódulo na mama, secreção com sangue pelo mamilo e mudanças na forma ou textura do mamilo ou da mama. Segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), é recomendado a mamografia de rastreamento em mulheres de 50 a 69 anos, uma vez a cada dois anos.

De acordo com a estimativa do INCA para 2018, no Rio Grande do Sul, ocorre 5.110 casos de câncer de mama a cada 100 mil mulheres. Ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma, com 5.470 a cada 100 mil mulheres.

Ações

O deputado Pedro Westphalen, que também é médico ginecologista e obstetra, sempre prezou pela área da saúde e seus importantes temas. Em 2013, quando Presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, realizou ações de conscientização e informação sobre o câncer de mama em todo o estado.

Foto: Vinicius Reis | Agência ALRS

Durante a Semana Estadual de Luta Contra o Câncer de Mama, realizada através do Fórum Democrático em parceria com o Instituto da Mama do RS (Imama), essas ações foram potencializadas. Ocorreram diversos atos, abertos ao público e com entrada franca, com o intuito de apresentar e debater políticas públicas voltadas para a saúde da mulher.

O evento contou com debates sobre a força do terceiro setor nas Políticas Públicas Nacionais, a relação da saúde e cidadania e o direito à saúde. Os participantes também assistiram depoimentos de pacientes que estão passando ou já tiveram a doença.

O início da Semana Estadual de Luta Contra o Câncer de Mama contou com centenas de guarda-chuvas cor-de-rosa dançando sob o céu azul, em frente ao Palácio Farroupilha.

A mobilização (flash mob) reuniu servidoras e funcionárias de empresas terceirizadas que atuam na Assembleia e ativistas do Instituto da Mama (Imama) para destacar a importância da prevenção e tratamento da doença. O guarda-chuva rosa é um dos símbolos dessa luta.

Foto: Vinicius Reis | Agência ALRS

Durante a ação, a Assembleia Legislativa vendeu cerca de quinhentas unidades dos guarda-chuvas. O valor arrecadado foi repassado ao Imama.

Segundo Pedro Westphalen, foi uma enorme alegria para o Parlamento poder contribuir com uma causa tão relevante. “Tenho certeza de que este valor foi muito bem utilizado e ajudará a salvar muitas vidas”.

Foto: Vinicius Reis | Agência ALRS

 

Deixe uma resposta